3 Conto da Vampira: Outubro 2009

domingo, 4 de outubro de 2009

Vampiros em minha vida


Capitulo 1.



O dia em que eu conheci um vampiro.







Certo dia eu estava andando por uma viela, quando de repente senti algo vindo atrás de mim, então.

Parei e olhei para todos os lados, mas não vi nada então continuei a caminhar.

Alguns minutos depois me deparei com uma pessoa vestida de preto, estava em uma escadaria, então cheguei.perto e levantei o rosto daquela pessoa e vi que era um rapaz,muito bonito , estava chorando.Então perguntei:

_por que está triste?

E ele com lagrimas nos olhos me disse:

_não posso dizer, pois você não me entenderia.

Como posso entender se você não me diz qual é o problema.O que acha de conversarmos em outro lugar?

Ele me disse:

_claro!Está bem!

Então ele deu um pequeno sorriso meia boca, e fomos até minha casa.Ao chegar lá pedi que ele sentasse-se à mesinha

na varanda.então fui buscar um chá gelado com biscoitos.

eu disse a ele:

_quer?chá gelado com biscoitos?

e ele me disse:

_não obrigado, eu não posso comer isso!

eu disse tudo bem, e ele me perguntou:

_qual é seu passatempo favorito?

eu disse:

_sabe eu faço de tudo um pouco.eu leio, eu vejo alguns dvds, e gosto muito de escrever. e todas essas coisas quase sempre são

sobre vampiros.pois eles me dão muita inspiração.

ele me pergunto:

-você já conheceu um vampiro?

eu respondi:

_não eu nunca conheci, mas gostaria desde que ele não me morde-se.

ele disse:

_Mas você disse que se inspirou com os vampiros.

eu:

_sabe, eu leio, assisto filmes de vampiros então, escrevo histórias.mas você não me respondeu ainda.por que estava triste?

_você quer mesmo saber?(disse ele).

_sim quero.

_mas não vai correr eim.

_está bem.

Então ao olhar para ele eu vi os caninos saírem de sua gengiva.e seus olhos brilham como um diamante.no primeiro momento,

a minha alma congelo, depois voltou ao normal.e eu disse:

_estou fascinada, você é um vampiro e eu nem desconfiei de nada!qual é seu nome?

ele me disse:

-me chamo Rodrigo.e qual é seu nome?

eu falei:

_me chamo Luciana.mas, oh sim entendi você não gosta de ser vampiro.estou certa.

Rodrigo respondeu:

_sim, eu não gosto de viver assim, pois você tem que fazer o que o mestre manda, hoje ele me pediu para que eu leva-se uma presa.

para ele, e a vítima era para ser você.mas então percebi que eu estava sendo errado ao tirar sua vida.pois eu já fui vivo assim como você

mas então, o Lorde Adriano tirou minha vida, e me deu vida eterna.

eu disse:

_que horror, então quando eu senti um calafrio, algo me seguindo, era você!e agora o que fará quando ele pedir a vitima?

Rodrigo deu um suspiro e disse:

_não faço a mínima idéia.quem sabe ele me extermine, acabe comigo.

eu falei:

_nada disso.esse Lorde vai ter uma grande surpresa.

Rodrigo me disse:

_O que irá fazer?

eu respondi:

_você verá.

autora: luciana Schlei
_________________________________________________________________






quinta-feira, 1 de outubro de 2009


Esperança Solitária



Tavez seja o brilho da lua, Ou o cantar do rouxinol. A docê brisa de inverno,habitando em minha alma. Cujas lágrimas jamais deixaram de existir. Talvez seja o silêncio,a tal solidão,ou a amarga flor do cemitério das rosas; A esperança continua viva em meu ser... Esperança? Talvez um cristal,a porcelana de minha estante,um “quê”de amante,um anel,um colar... A vida passando como o vento,e brilhante como a lua. Nunca deixar acreditar,na docê melodia dos sonhos.